Os exercícios lógico-matemáticos e os relatos memoriais de idosos em um espaço de educação não formal

Resumo

O objetivo principal deste trabalho foi analisar as possibilidades de exercícios lógico-matemáticos em espaços não formais, a partir dos relatos memoriais de pessoas idosas. O trabalho foi realizado em uma instituição de caráter público, denominada “Centro Novo Dia para Pessoas Idosas” na cidade de Americana/SP. Para a realização das investigações que contemplem os objetivos da pesquisa, foi feito um levantamento bibliográfico sobre os temas do estudo. Ele alimentou o roteiro para a realização de entrevistas com 06 idosos que frequentam a instituição. Esse processo foi realizado a partir de uma metodologia de caráter qualitativo, a História Oral, com ênfase em duas técnicas: a entrevista aberta e o depoimento temático. Para a análise dos dados, as entrevistas foram transcritas e os critérios de agrupamentos para análise foram definidos a partir das informações resgatadas pelos participantes. Revelou-se haver implicações sobre o bem-estar dos sujeitos no que se refere à socialização e manutenção de independência e estimulação cognitiva, principalmente em relação aos idosos, o que promove vínculos através da construção de novas relações e o desenvolvimento pessoal.

Biografia do Autor

Fernanda Fugolin Argentin, UNISAL

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP (2016) e Mestrado em Educação pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo - UNISAL (2019).

Publicado
02/07/2020
Seção
Artigos