O MÉTODO CIENTÍFICO DE PIERRE BOURDIEU E SUA APLICAÇÃO NO CONTRATO DE SEGURO

  • Gladimir Adriani Poletto Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR
  • Oksandro Osdival Gonçalves

Resumo

O trabalho analisa a metodologia científica de Pierre Bourdieu, mediante a interpretação dos seus principais conceitos, seu método, para então identificar o campo e os microcosmos que estão inseridos num macrocosmo social no que pertine ao contrato de seguro, as relações entre os cosmos e internamente entre os seus agentes, vinculados com a estrutura tradicional do objeto e seus efeitos políticos, econômicos e sociais.

Biografia do Autor

Gladimir Adriani Poletto, Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR
Doutorando em Direito Econômico e Desenvolvimento pela PUC-PR. Mestre em Direito Econômico e Social pela PUC-PR. Professor do MBA em Seguros e Resseguros da Escola Nacional de Seguros (SP). Advogado Sócio da Poletto & Possamai Sociedade de Advogados. Atuante na área de Seguros.
Oksandro Osdival Gonçalves
Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito (Mestrado/Doutorado) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Professor titular de Direito Comercial da Escola de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Membro do Conselho Editorial da Editora Fórum. Coordenador da Revista de Direito Empresarial. Doutor em Direito Comercial - Direito das Relações Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Mestre em Direito Econômico pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Advogado.

Referências

BLANCHET, Luiz Alberto. Curso de Direito Administrativo. 5 ed. Curitiba: Juruá, 2006.

BOURDIEU, Pierre. Les rites comme actes d’institution. Actes de la Recherche en Sciences Sociales, v. 43, juin 1982.

______. O campo científico. In: ORTIZ, R. (Org). Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo: Ática, 1983.

______. O poder Simbólico. Rio de 5.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

______. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. São Paulo: Ed. da UNESP, 2004.

______. Razões Práticas: Sobre a teoria da ação. Tradução: Mariza Corrêa – Campinas, SP: Papirus, 1996.

CALMON DE PASSOS, José Joaquim. O risco na sociedade moderna e seus reflexos na teoria da responsabilidade civil e na natureza jurídica do contrato de seguro. 1o. Fórum de Direito de Seguro, Jose Solero Filho, 2000.

GRAU, Eros Roberto. A Ordem Econômica na Constituição de 1988 - Interpretação e Crítica. 5a. ed. Malheiros. São Paulo, 2000.

MARQUES, Claudia Lima in BENJAMIN, Antônio Herman V. Manual de direito do consumidor. 2. ed. rev. atual. e ampl., São Paulo: Revista dos Tribunais, 2009.

QUERINO, José Tavares Neto; MEZZAROBA, Orides. O método enquanto pressuposto de pesquisa para o Direito: a contribuição de Pierre Bourdieu. Revista da Presidência da República, 2016.

RODRIGUES, Horácio Wanderlei; GRUBBA, Leilane Serratine. Bachelard. Os obstáculos epistemológicos à pesquisa científica do direito. Sequência. Florianópolis, n. 64, p. 307-334, julho 2012.

WACQUANT, L. O legado sociológico de Pierre Bourdieu: duas dimensões e uma nota pessoal. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, n.19, nov. 2002.

Publicado
30/07/2018
Seção
PUBLICAÇÕES